Logo da AAO(30 anos)

Artigos e Notícias

EMBRAPA na agricultura orgânica - A Fazendinha Agroecológica, a conhecida "Fazendinha Agroecológica Km 47", veja o tour pedagógico e o Dia de Campo
20/01/2014 10:01
EMBRAPA na agricultura orgânica - A Fazendinha Agroecológica, a conhecida

Fazendinha Agroecológica - SIPA

A formalização da entrada da Embrapa Agrobiologia na Agricultura Orgânica aconteceu com o projeto Sistema Integrado de Produção Agroecológico (SIPA), a conhecida "Fazendinha Agroecológica Km 47" . Em 1990, começou o planejamento. A idéia era ter um local para servir como vitrine, onde seria possível colocar em prática todas as tecnologias desenvolvidas pelo Centro de Pesquisa. A implantação ocorreu em 1993, com o plantio de horta orgânica.

Dentro de uma estratégia que procura dar sustentabilidade e estabilização à atividade produtiva no meio rural, a fazendinha foi estruturada buscando a exploração racional das potencialidades locais. Como prioridades , podemos citar:

  • o uso de recursos locais, sempre que possível;
  • obter máxima reciclagem de nutrientes;
  • integração das atividades de produção animal com as de produção vegetal;
  • alcançar auto-suficiência em nitrogênio, por meio de reciclagem e fixação biológica, usando intensamente a rotação e a diversificação de culturas;
  • minimizar as perdas de nutrientes do solo;
  • manter o equilíbrio nutricional das plantas e evitar situações de estresse, de modo que seus mecanismos de defesa não sejam alterados e possam se manifestar;
  • manter as populações de fitoparasitas e ervas invasoras em níveis toleráveis, sem o emprego de técnicas que representem impactos negativos de natureza ecotoxicológica;
  • intensificar a utilização de espécies arbóreas;
  • estabelecer práticas de manejo alternativo de bovinos, suínos e aves;
  • realizar, através de pesquisadores de áreas específicas (Solos, Fitotecnia, Botânica, Fitossanidade, Sanidade Animal, etc), monitoramento científico, obedecendo a uma visão holística;

Em nove anos de projeto, foi possível transformar a paisagem. O que antes era puro capim Colonião hoje são mais de 50 espécies de plantas cultivadas anualmente. São frutíferas variadas, entremeadas a plantios de hortaliças e cereais, adequando-se ao complexo leguminosas e gramíneas para adubação verde e cobertura do solo, empregadas em sucessão e/ou consórcio simultâneo. Além disso, existe ainda, uma área de preservação de fragmentos da Mata Atlântica e um horto botânico.

A experiência tem mostrado que o cultivo em sistema orgânico é viável para diversas culturas, com destaque para: alface, brócolis, milho, sorgo, chicória , couve, pimentão, quiabo, feijão de vagem, aipim, batata doce, beterraba, cenoura, inhame, bertalha, acerola, maracujá, cana-de-açúcar, rúcula, mamão, banana, pinha, figo e melancia.

Núcleo de Treinamento

A Fazendinha Agroecológica tem oferecido oportunidades de treinamento a agricultores, técnicos e estudantes. Dentro de uma abordagem agroecológica, procura-se uma integração dos meios rural e urbano. As tecnologias empregadas são repassadas através de visitas, palestras e cursos. O público-alvo é constituído de agricultores, técnicos, extensionistas e estudantes universitários.

Visitas

Uma média de 1500 pessoas visitam a Fazendinha Agroecológica anualmente. As pessoas ou instituições interessadas devem agendar na Área de Comunicação e Negócios pelo telefone (21) 3441-1500 / 1594 / 1597 ou pelo e-mail sac@cnpab.embrapa.br.

O Sistema Integrado de Pesquisa em Produção Agroecológica (SIPA), mais conhecido como Fazendinha Agroecológica Km 47, foi criado em 1993. É uma parceria entre a Embrapa, a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e a Pesagro-Rio. Localizada na Baixada Fluminense, a Fazendinha tem 70 hectares de área destinados à pesquisa, ao ensino e à transferência de tecnologias em agricultura orgânica.

Em quase 20 anos de projeto, foi possível transformar inteiramente a paisagem, antes puro capim colonião, hoje com mais de 50 espécies de plantas cultivadas, incluindo frutíferas variadas, hortaliças, cereais e forrageiros. Ao sistema, são adequadas leguminosas e gramíneas para a adubação verde e cobertura do solo empregadas em sucessão e/ou consórcios. Compondo a paisagem, encontram-se fragmentos preservados da Mata Atlântica, uma área de agrofloresta, além de um horto botânico com inúmeras espécies introduzidas. A fauna também encontra refúgio na paisagem. E no curral, o rebanho bovino leiteiro, além de diversificar a oferta de produtos, fornece adubo orgânico isento de contaminantes químicos para a fertilização das lavouras e também para o cultivo de minhocas que geram o húmus, que faz parte do substrato usado na produção de mudas.

As experiências realizadas, hoje divididas em oito linhas temáticas, objetivam o desenvolvimento de sistemas de produção diversificados, integrando a pecuária e cultivos variados, sem o uso de agrotóxicos. Além disso, funciona como uma unidade de produção agrícola onde a reciclagem dos resíduos vegetais e animais é intensamente praticada, o que contribui para a redução da dependência de insumos externos e favorece a sustentabilidade agrícola.

O cultivo obedece aos princípios e normas vigentes na agricultura orgânica. O manejo ecológico de pragas e doenças também tem sido enfatizado a partir de estudos envolvendo o uso de caldas fitossanitárias alternativas e biofertilizantes líquidos, agentes biológicos de controle e controle biológico por conservação de inimigos naturais. 
 
O Dia de Campo na TV sobre Fazendinha agroecológica: 20 anos produzindo sustentabilidade foi produzido pela Embrapa Agrobiologia (Seropédica/RJ) e pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF), unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Saiba mais sobre o Dia de Campo na TV:http://www.embrapa.br/diacampo
Videoteca Embrapa:http://www.youtube.com/user/VideotecaEmbrapa
 
Ana Lúcia Ferreira – Jornalista (MTb 16913/RJ)
Embrapa Agrobiologia
(21) 3441-1596 / analucia.ferreira@embrapa.br

Visite o site em www.cnpab.embrapa.br/publicacoes/artigos/fazendinha 

e faça uma visita virtual pedagógica em www.gentequecresce.cnpab.embrapa.br/personagens/catita/fazendinha_catita.html


Categoria(s): Agricultura Orgânica