Logo da AAO(30 anos)

Artigos e Notícias

Alternativas - Rede de agricultura familiar cria feira para compras online em Piracicaba
25/02/2013 14:57
Alternativas - Rede de agricultura familiar cria feira para compras online em Piracicaba

Fonte: pratoslimpos.org.br, a partir de matéria do G1, 16/11/2012.

A internet, aberta ao público no Brasil desde 1995, se tornou uma via rápida para a compra e venda de roupas, entrega de alimentos e diferentes bens de consumo. Atentos a isso, profissionais ligados à agricultura em Piracicaba (SP) criaram a Rede Guandu de Consumo Responsável, que comercializa pela internet produtos usualmente encontrados em feiras, como hortaliças, verduras, frutas, cogumelos, leite, etc.

Pelo menos 500 pessoas em Piracicaba estão cadastradas como compradoras na “feira online” e 19 fornecedores, entre cooperativas e produtores independentes, vendem os produtos por meio de compra coletiva. As opções de produtos ficam disponíveis em uma lista enviada semanalmente ao email de cada cliente, que faz o pedido e retira os produtos às terças-feiras.

A Rede Guandu é um braço do Instituto Terra Mater  (terramater.org.br), organização não-governamental voltada para o desenvolvimento social ligado aos recursos naturais. A gestora da rede Raquel Izidoro, de 26 anos, explicou que o objetivo do sistema de vendas online era dar espaço para um grupo de agricultura familiar com quem trabalha na região de Piracicaba e, conforme o sucesso da rede, os fornecedores se ampliaram para cidades da região.


Agilidade aos pedidos

Com o financiamento público foi possível desenvolver um software prático para dar agilidade aos pedidos online. Hoje o sistema é coordenado por três profissionais e estagiários, responsáveis pela parte operacional e pela relação com os produtores. O projeto hoje já é autosuficiente financeiramente e a coordenação da rede pretende disponibilizar o sistema online de pedidos para que outros trabalhos nessa mesma área possam usá-los.


Base orgânica

“Apesar dos 500 cadastros, a nossa média de clientes por semana varia entre 35 e 40 pessoas. Todos os fornecedores recebem auxílio técnico e acompanhamento, pois a exigência é que tudo seja comercializado com uma base ecológica e orgânica”, disse Raquel. Para que haja interação entre fornecedores e compradores, as terças-feiras também são usadas para a degustação de novos produtos e oficinas com os produtores.
Categoria(s): Agricultura Orgânica